Viagens
03 nov 2015 • Por Giu Menezes

Buenos Aires, parte 1

Viajar é uma das coisas mais prazerosas que tem na vida! Não fui para muitos lugares (ainda), mas os que já conheci me deixaram com vontade de ir para mais lugares novos. De cabeça, tem três viagens que quero contar para vocês aqui, dizendo o que gostei, o que indico e o que não me agradou tanto assim. A ideia era contar na ordem cronológica em que elas aconteceram, mas confesso que a mais recente é uma das mais especiais, porque foi quando fiquei noiva, em Buenos Aires! =)

casa_rosada_01

Ok, admito, achei a cidade um pouco superestimada. Não sei se fui com uma expectativa muito alta, com meu roteiro todo pronto para ser cumprido (sou a louca do planejamento de viagem, um dia conto para vocês como eu faço!), vários lugares que ouvi falar, mas a verdade é que alguns desses lugares me deixaram a desejar. Vejam só, essa é apenas a minha opinião, e se me perguntarem “Mas você não acha que eu devo ir a Buenos Aires?”, a minha resposta será sim, com certeza! Nada vale mais a pena do que conhecer um lugar novo e tirar suas próprias conclusões.

Vou contar sobre Buenos Aires em duas partes, porque a primeira vez que escrevi esse post ficou gigante!

Ficamos 6 dias na cidade. Chegamos na quarta-feira, pelo aeroporto de Ezeiza, o maior e mais afastado da cidade. Achamos melhor contatar um transfer do que nos arriscarmos em um táxi saindo do aeroporto, já que ouvimos muito que existem alguns taxistas que já tentam passar a perna em turistas recém chegados dando voltas maiores para chegar ao destino, taxímetro adulterado ou passar notas falsas. Calma, nem todos são assim, claro, mas para a primeira viagem, não custa se precaver um pouco mais, né? Ficamos hospedados no Conte Hotel, no centro da cidade. De cara, ao chegarmos ao hotel já consegui ver o famoso Obelisco e a larga Avenida 9 de Julio (larga mesmo, não dá para atravessá-la inteira de uma vez só antes que o semáforo feche hahaha).

vista_hotel_01

Primeiro dia é de reconhecimento, né? Saímos para dar uma volta pelo centro mesmo, até a Calle Florida, famosa por suas casas de câmbio paralelo, por ser um centro de compras e pelas Galerias Pacífico – um shopping lindo, com uma arquitetura fantástica!

No dia seguinte já tínhamos agendado um city tour com a Aguiar Buenos Aires, agência que conheci fazendo pesquisas no blog Aires Buenos, que também fez nosso transfer ida e volta de Ezeiza e onde contratamos o show de tango. O legal do city tour é conhecer os pontos principais da cidade e depois escolher onde voltar né? Duas paradas que achei essenciais no passeio, e que não precisamos voltar depois, foi o estádio do Boca Juniors, La Bombonera, onde é possível entrar para conhecer o estádio e o museu do time (100 pesos por pessoa) e o famoso Caminito – que nada mais é do que uma rua com as casas coloridas com poucos metros de extensão. Vale pela história do bairro de La Boca, pelo ponto turístico, por conhecer o primeiro porto de Buenos Aires, mas como disse, o fato de ter feito isso com a guia do city tour valeu mais do que se tivesse ido sozinha e desnecessário retornar. Claro, vale também para você que adora futebol, porque mesmo eu, que não sou tão ligada assim, achei bem interessante conhecer La Bombonera por dentro – gente, que surreal essas arquibancadas na vertical! Sem contar que o espaço entre as arquibancadas e o campo é minúsculo, dá até dó de quem vai jogar contra o Boca lá!

bombonera_01

caminito_01

O último ponto do tour era Puerto Madero, e foi onde descemos para conhecer o bairro. Almoçamos por lá em um restaurante super gostoso (Bahia Madero), com vista para o rio. Puerto Madero é o bairro mais novo da cidade e também o mais caro, mas também o mais moderno. A guia nos contou que a parte residencial do bairro, do outro lado do rio, pode ser isolada caso necessário, já que todas as pontes são móveis. Passeando por lá vimos também a famosa Puente de la Mujer e o navio-museu Fragata Sarmiento, utilizado em missões até o início dos anos 1930, e que continua com seus equipamentos e toda uma história para ser contada. Foi muito legal entrar no navio e ver como funcionava tudo!

fragata_01

Durante o city tour conhecemos umas brasileiras que tinham ido, na noite anterior, a um show de tango famoso, o Señor Tango, e falaram tão bem que empolgamos com a ideia. Contratamos com a Aguiar o show para a mesma noite e não nos arrependemos nem um pouco. Sem contar o fato de a casa de tango ir buscar e te levar no hotel, o jantar fantástico que tivemos com um bife de chorizo (que aqui conhecemos como contra filé, mas eu acho que o corte é um pouco diferente, então é tipo, muito melhor que o nosso! hahaha), o show parecia uma produção da Broadway, sem brincadeira. Nossa mesa era super perto do palco e para começar o show já me entram dois cavalos no palco para encenar o início da história argentina. Isso mesmo, dois cavalos. Sim, pensei que fosse levar um coice de um deles (eu tava na boca do palco, sem brincadeira!). Pena que não era permitido tirar fotos ou filmar durante o show, porque era lindo! Se um dia forem a Buenos Aires, não deixem de ir ao Señor Tango – até quem não gosta tanto assim de musicais ou shows de dança vai amar!

Sexta-feira foi dia de andar pela Recoleta, bairro famoso por seu cemitério (sério – é onde as famílias mais tradicionais estão sepultadas, bem como a Evita, esposa do ex-presidente Perón) e por suas mansões arquitetônicas. O bairro era um dos mais ricos antigamente, onde as famílias aristocráticas se instalaram. Conhecemos a famosa El Ateneo Grand Splendid, uma livraria onde era um teatro e que manteve a formação. Linda, ficaria um dia inteiro por lá facilmente (mas eu amo livrarias né, hahaha). Depois fomos ao Buenos Aires Design, um shopping de decoração, para almoçar e seguimos para o Museo Nacional de Bellas Artes, a faculdade de Direito, terminando na Plaza de las Naciones Unidas, onde fica a Floralis Generica – uma estrutura metálica em forma de flor, que se abre com a luz do sol e se fecha durante a noite (confesso que no dia que fomos ela parecia só meio aberta por conta do tempo nublado…).

el_ateneo_01

Voltamos para o hotel para nos arrumar para o jantar, já que era o dia do nosso aniversário de namoro. Fomos para Puerto Madero, onde tínhamos uma reserva no Cabaña Las Lilas, mas como chegamos cedo, fomos dar uma volta pela avenida até a Puente de la Mujer novamente, que é mais linda à noite! Não vou entrar em detalhes, porque né, mas foi ali que aconteceu o pedido de casamento, que foi um dos momentos mais lindos que eu já vivi, que eu chorei que nem boba e que depois seguimos para os Las Lilas para jantar! Acho que nunca comi uma carne tão maravilhosa que nem lá, nem tive um jantar tão bom, mas isso pode ser também por já ser o jantar de noivado. 😉

puente_01

Fico tão feliz de lembrar desse dia, que vou parar esse post por aqui! No próximo termino contando sobre os outros dias da viagem e algumas dicas para quem está indo pela primeira vez. Se você já foi, não esquece de comentar aqui o que você achou da cidade e ajudar o turistas de primeira viagem para Buenos Aires também!

Beijos 🙂

Comente pelo Facebook
Escreva seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.

4 Comentários
  1. Bruna Martins • 04/11/15 • 07h10

    Olá! Aqui é a Bruna do blog Estante Predileta :)!
    Eu passei pra retribuir a visita…e me deparei com sua matéria sobre Beunos Aires! Eu sempre tive curiosidade em conhecer o local e adorei a sua matéria!
    As fotos e a narrativa me encheram de vontade de viajar XD
    Já esto inscrita!!
    Desejo muito sucesso!!
    Beijos

  2. Bruna Martins • 04/11/15 • 07h14

    Oi Linda! 🙂
    Passei pra retribuir a visita e me deparei com essa matéria incrível sobre Buenos Aires…
    Sempre tive vontade de conhecer o local.. XD
    Adorei as fotinhos, a sua narrativa, me deu uma vontade de viajar ehhehehe
    Já estou cadastrada pra receber tudo por e-mail, tb já segui no face 😉
    Desejo mto sucesso a vc!
    Beijos

    • Giu Menezes • 04/11/15 • 09h30

      Oi Bruna!
      Fiquei muito feliz com a sua visita e por você ter gostado do blog também! =)
      Obrigada por passar por aqui e por se inscrever! Tenho a impressão de que vamos trocar bastante assunto por aí 😉
      E se um dia animar de ir, vá mesmo a Buenos Aires! Precisando de algumas dicas, só falar!
      Beijos e sucesso!!

  3. […] prometido, estou aqui de volta para terminar de contar sobre minha viagem para Buenos Aires. Já falei um pouquinho do dia que chegamos, do city tour que fizemos e até do local de onde fui […]