Séries e Filmes
26 jul 2016 • Por Giu Menezes

Para assistir: The Blacklist

Eu sei, dei uma sumida inaceitável! Poderia dizer que é porque as coisas andam muito corridas e eu praticamente não tenho muito tempo de sobra – o que é verdade. Mas acho que parei um pouco de escrever porque estava meio saturada e os 15mil afazeres que eu inventei para as minhas semanas foram somente desculpas. Não quero deixar isso acontecer de novo, já que escrever aqui me faz um bem incomparável, mas ainda não sei como será a adaptação dessa nova rotina.

De qualquer forma, voltei! E decidi voltar falando de uma série que comecei a assistir tem um pouco mais de um mês, eu acho, e estou adorando! “The Blacklist” é um dos meus novos vícios da Netflix.

theblacklist_01

Raymond Reddington (James Spader) é um dos criminosos mais procurados pelo FBI e durante anos nunca foi pego até que em um belo dia ele resolve se entregar às autoridades com a promessa de entregar uma lista negra (daí o nome da série) dos piores criminosos que o governo nunca ouviu falar. A condição dele para ajudar o FBI no entanto, é que ele conversa apenas com a novata Elizabeth Keen (Megan Boone).

Keen é recém formada na academia do FBI, casada com Tom (Ryan Eggold), um professor do primário, e está para começar seu primeiro dia na agência, quando helicópteros e escolta vem buscá-la na porta de casa. Questionada sobre seu relacionamento com Reddington, Elizabeth diz que não faz ideia do porquê o criminoso gostaria de falar com ela dentre todas as outras pessoas. É aí que a história já começa a ficar intrigante.

No primeiro episódio, Red já entrega um dos nomes da lista e o FBI consegue ir atrás do criminoso, mas, o que mais envolve na série não são os vilões que eles vão atrás, e sim o possível relacionamento que fica no ar entre Reddington e Lizzy. O passado sofrido da agente é uma mistério já que ela não se lembra muito bem de um evento que aconteceu na sua infância e Red está particularmente interessado nessa questão. Além disso, muitos outros acontecimentos parecem estar interligados com a história dos dois. A cada episódio, uma nova teoria, apesar de ter uma que defendo fortemente desde o começo da série – mas não vou dizer qual para não dar spoiler haha.

theblacklist_02

A série foi muito bem construída, apesar de no começo eu achar algumas cenas bem bizarras quando se trata de agentes do FBI, mas ok, eu assisto séries policiais demais e fiquei muito crítica, haha. O que prende mesmo é o enredo, as relações entre as personagens e, claro, todo o carisma de Raymond Reddington que é sensacional! Impossível não gostar do concierge do crime, como é chamado!

Dentre as personagens principais ainda contamos com Donald Ressler (Diego Klattenhoff) que se torna parceiro de Lizzy no FBI e desconfia dela nos primeiros momentos por conta dos pedidos de Reddington; Aram Mo30jtabai (Amir Arison), especialista em computação do FBI e uma das personagens mais engraçadas; Harold Cooper (Harry Lennix), diretor da força tarefa que envolve Red; e Dembe Zuma (Hisham Tawfiq), segurança de Reddington e muito amor envolvido hahaha.

As três temporadas da série estão disponíveis na Netflix. Estou quase acabando a segunda e já surtando com todos os acontecimentos! Quero nem ver quando acabar a terceira, que já ouvi comentários que foi bem tensa!

Quem aí já assistiu?

Beijos! =)

Séries e Filmes
28 jun 2016 • Por Giu Menezes

Para assistir: Como Eu Era Antes de Você

Vou confessar: não me aguentei em esperar ler o livro antes de assistir ao filme. Eu pretendia, mas alguns atrasos nas minhas leituras me impediram e recusar um convite das amigas para chorar junto no cinema era impossível, né? Pois bem, assisti ao tão falado filme “Como Eu Era Antes de Você” (Me Before You, 2016), baseado no romance homônimo de Jojo Moyes e digo: vale mesmo a pena e toca a gente bem no fundinho.

comoeueraantesdevcfilme_01

Para quem não conhece, a história começa assim: Will é um cara bem sucedido, inteligente e apaixonado por esportes radicais até o dia em que sofre um acidente e fica tetraplégico. Depois disso ele se torna uma pessoa amarga, cínica e perde todo o amor pela vida. Lou é daquelas pessoas que vê o otimismo em tudo, mas não tem muitas ambições. Trabalha no mesmo café há seis anos até o momento em que o dono resolve fechar o estabelecimento e ela perde o emprego. Em busca de um novo trabalho, a oportunidade de trabalhar na casa dos Traynor aparece e ela é contratada para ser a nova cuidadora de Will. Sem qualquer habilidade médica, sua principal função é tentar animar um pouco o rapaz.

comoeueraantesdevcfilme_03

Lou sendo Lou 🙂

Louisa Clark (Emilia Clarke) é uma personagem excêntrica – se veste de um jeito que muitas pessoas criticam, mas é dona de uma personalidade única! Sempre bem-humorada, ela começa a trabalhar com os Traynor acreditando que poderá conversar e interagir com Will (Sam Claflin). A relação no começo é bem complicada e Lou se vê no meio de situações que jamais imaginou, mas com o passar do tempo, o coração de Will vai amolecendo e ele passa a dar abertura para a nova companhia.

Com suas roupas divertidas, suas falas fora de hora e seu jeito atrapalhado, Lou vai conquistando todos ao redor da família Traynor e levando cor a um mundo completamente cinza que se criou após o acidente de Will. Quando descobre o segredo da família, ela se empenha ainda mais em fazer dos dias de Will algo mais do que ficar dentro de casa e isso os leva por lugares e situações que nenhum dos dois jamais imaginou.

comoeueraantesdevcfilme_02

Mesmo sem ter lido o livro, eu acho que esperava mais do filme. Chorei, óbvio, porque tem uma parte que pegou demais, mas achei que a adaptação foi bem leve. Como a Lou é uma personagem super divertida, a maior parte é realmente engraçada, ainda mais com o cinismo do Will contrapondo essa característica dela. Claro que, nenhuma adaptação é 100% fiel e, agora que já li uns 10 capítulos, já vejo diferenças, mas nada que tenha me incomodado até então.

Eu já imaginava o destino final da história por uma série de motivos, mas o modo como isso aconteceu me pegou de surpresa. Não sei se esperava mais da personagem em si, se as razões para tal não me convenceram… enfim, não foi ruim, mas admito que deu uma leve decepcionada. O que eu gostei bastante é que a história te envolve e você aprende muito com todas as personagens, mas, principalmente, com a Lou e com o Will. Quando acabar de ler o livro, faço a resenha aqui e comparo os dois!

Alguém aí já assistiu? O que achou?

Beijos! =)