Moda e Beleza
19 out 2016 • Por Giu Menezes

Testei: Naked 3 da Urban Decay

Eu to com essas fotos e a ideia desse post prontos há séculos, mas sempre ia adiando e nem sei bem o porquê!

As paletas Naked, da Urban Decay, são febre consolidada e as queridinhas de muita gente espalhada nesse mundo. Também, reúne cores básicas, neutras e lindas, prontas para fazer qualquer maquiagem para o dia ou para a noite. Hoje temos no mercado quatro paletas Naked grandes e duas pequenas, as chamadas Naked Basics. Eu, como sou a louca das sombras, tenho três 😀 a Naked Basics 1, a Naked 2 e essa aqui, minha preferida, a Naked 3!

naked3_01

Cada uma delas puxa para uma cor neutra, variando entre tons e similaridades. O que eu gosto na 3 é que ela é composta por cores e tons mais rosados, o que eu acho que facilita mais na hora de fazer maquiagens neutras e básicas para o dia-a-dia, porém ao mesmo tempo fugindo do simples demais que mal aparece a sombra. Variando entre acabamento mate e cintilante, passando até pelo metálico, as sombras tem uma duração que eu nunca vi igual, mas é bom tomar cuidado, porque a pigmentação é forte e pode até manchar. Sempre vale dar uma testadinha na mão antes de ir enfiando o pincel no olho, hahaha.

naked3_02

A caixinha dela é uma graça! Como a Naked 2, essa também é de lata (a Naked original é revestida por veludo) e fecha muito bem com os ganchinhos que ela tem. Mas, em vez de ser lisa e só ter o nome em alto relevo, essa tem umas ondas que dão como se fosse um movimento – e a beleza da paleta já começa aí! Assim como suas irmãs grandinhas, ela também vem com um pincel que de um lado é para depositar a sombra e o outro, para esfumar. Mas confesso que nunca usei ele por dó. Além disso, acho ele mais duro que os pinceis que tenho aqui em casa de olho!

naked3_07

Vamos ao review…

naked3_03

Strange, Dust, Burnout

Strange: um off-white opaco, bem delicado. É ótimo para passar logo abaixo da sobrancelha e iluminar sem dar brilho.

Dust: a expressão “fairy dust” ou “pó de fada” cai muito bem aqui! É minha preferida da paleta para iluminar o canto interno. Um rosinha bem sutil, mas com brilho que dá pra enxergar de longe! Tem até que tomar cuidado pra não cair o glitter no rosto inteiro!

Burnout: um rosa antigo discreto, com abamento acetinado. Não ilumina a vida como o Dust, mas não é aquele opaco nosso de todo dia. Eu gosto!

naked3_04

Limit, Buzz, Trick

Limit: um tom acima do rosa antigo, totalmente mate. Ótimo para começar a maquiagem e fazer aquela “caminha” antes de ir se aprofundando nas outras cores. Dá uma igualada no tom da pálpebra, se você for mais branca como eu.

Buzz: rosa escuro com leves brilhos de impacto! Bom para uma festa durante o dia porque não pesa.

Trick: não sei definir essa cor, mas varia entre um cobre e dourado bonito, nem tão discreto, mas digno de uma boa iluminada no canto interno, no meio do olho, onde quiser! haha

naked3_05

Nooner, Liar, Factory

Nooner: um marrom rosado mate. Entra na mesma categoria que o Limit, mas o Nooner é mais aparecido. Acho bem possível que para as peles mais morenas e negras ele se encaixe bem no quesito de primeira sombra para igualar o tom da pálpebra 😉

Liar: eu gosto do nome, hahaha E da cor também, claro. Um rosa com um fundo de marrom metálico, fica lindo para esfumar canto externo!

Factory: um marrom com micropartículas de brilho. Como é bem pigmentado, costumo usar bastante na hora de esfumar e dar acabamento. Ele e a Mugshot fazem uma dupla belíssima!

naked3_06

Mugshot, Darkside, Blackheart

Mugshot: um tom de marrom mais claro, com o mesmo acabamento da Factory. E essa sombra é bem interessante de ser usada sozinha, naquele dia “não to afim de fazer olho trabalhado, mas não quero sair sem nada”

Darkside: é a única sombra da paleta que puxa um pouco o tom do cinza, mas nada pesado. Cinza e rosa são cores que combinam bem, então acho que faz sentido a presença dela aqui. Olhando de longe parece um acabamento mate, mas na verdade, é acetinado, com minúsculas, quase invisíveis, partículas de brilho.

Blackheart: nem precisa de muito para definir, né? Um vinho, quase preto, com partículas bem visíveis de brilho no tom de rosa forte. É pra matar a gente do coração!

No Brasil é fácil encontrar a Urban Decay e suas paletas no site e nas lojas da Sephora, e essa daqui está por R$239,00. Lá fora é sempre mais barato, então se você tiver um dinheirinho sobrando pra comprar dólar e conhece alguém que vai viajar, já aproveita pra pedir! Na Sephora americana, ela está saindo por US$54,00 sem impostos.

Quem já conhece essa paleta, gostou? Me conta aqui nos comentários!

Beijos! =)

Moda e Beleza
01 jul 2016 • Por Giu Menezes

Lábios ressecados jamais: alguns hidratantes que podem te ajudar!

Percebi recentemente que ainda não tinha postado nada sobre hidratantes para os lábios daquela nossa série de cuidados no frioE eu sou bem a louca do protetor/hidratante labial porque minha boca é ressecada além do limite aceitável – inclusive no verão. Então resolvi fazer uma seleção de alguns que já testei e gostei, não gostei, dos que tenho curiosidade e do que tenho usado ultimamente.

Se você ainda não viu, já entrou post sobre hidratantes faciais aqui, corporais aqui e para mãos e pés aqui!

hidratanteslabiais

Nivea Essential Care Protetor Labial, da Nivea: testei um da Nivea há muitos anos e não gostei porque achei que ele deixava a boca pegajosa e branca. Além de ter lábios rachados e secos, por algum motivo que até hoje não descobri – e odeio – minha boca produz muito daquela pelinha branca chata e achei que, na época, o Nivea aumentou isso. Hoje, eles tem muitas opções, desde o Essential Care com a clássica tampa azul, passando por linhas com um toque de cor como o Fruity Shine até o Sun Protect com FPS30. Vale dar uma testada, mesmo porque a linha da Nivea tem um preço bacana para isso! De R$10,00 a R$15,00 em farmácias espalhadas pelo país.

Cicaplast, da La Roche-Posay: eu já experimentei o falecido Ceralip – agora não encontro mais. Acredito que o Cicaplast tenha vindo para substituí-lo. A proposta é de um regenerador labial e hidratação intensa. Diferente do Nivea, a embalagem dele é de tubinho e você vai apertando até o conteúdo sair na ponta, podendo aplicar diretamente nos lábios ou com os dedos. Não contém FPS na fórmula. Por R$29,90 no site da marca.

Bepantol Derma Regenerador Labial, da Bayer: Bepantol é o queridinho do momento. De fato, ele é mágico e já tem várias versões: creme, solução líquida e em spray para cabelos, baby e a versão labial. Essa é a fórmula Derma diretamente para ser aplicada nos lábios a qualquer momento do dia sem ficar com aquela camada grossa da pomada que conhecemos e poder sair por aí sem parecer estranha haha. Contém vitamina E que ajuda na regeneração labial e o aplicador é tipo bisnaga também. Encontrei valores de R$32,00 a R$40,00 em diversas farmácias.

Balm Labial Happy Lips Bombom de Baunilha, da Produtinhos da Beauty: ainda não experimentei, mas a proposta do balm é hidratar e proteger os lábios contra o ressecamento por até 24h. Não contém FPS. Escolhi o de baunilha porque é meu cheirinho preferido dessa linha, mas ainda tem opções de Framboesa e Menta, para quem gosta! Por R$17,00 no site da The Beauty Box.

Hidratante Labial FPS8, da Granado: sem ingredientes de origem animal, esse protetor te protege com chuva ou sol! Formulado com manteigas e óleos vegetais, ainda conta com uma proteção de filtro solar e retém a umidade por longos períodos para prevenir a descamação. Por R$25,00 no site da marca.

Os que eu estou usando:

hidratanteslabiais_02

Sunscreen Lip Balm, da Banana Boat: eu uso esse protetor labial há tantos anos que nem lembro. Gosto muito dele porque não deixa a boca branca, hidrata muito bem e ainda tem FPS45. Pode parece exagero, mas eu sou muito clara e meus lábios queimam facilmente também – experiência própria: já fiquei com a boca ardendo até não poder mais. O problema dele é que é bem difícil de encontrar aqui no Brasil quando lá nos EUA é inverno, então na última viagem que fiz, trouxe um estoque – sem contar a diferença de preço. Lá, paguei US$2,00 cada um, o que dá hoje uns R$6,00 chutando baixo. Aqui já encontrei por R$25,00…

Baby Lips, da Maybelline: eu gostei, mas nem tanto assim. É um hidratante gostosinho para emergências rápidas, mas pelo menos para mim, ele seca muito depressa e fico com a sensação de boca repuxada. Não tem FPS, o que pra mim conta muito. O legal é que tem várias cores, desde incolor até esse rosinha mais forte que substitui bem um batom para uma saidinha rápida sem passar nada na boca. Mas, confesso, desde que comprei, quase não uso. A partir de R$10,90 nas farmácias.

Bepantol Derma creme, da Bayer: apesar de existir a versão de boca, como comentei ali em cima, nada substitui o creme à noite. Quando estou pronta para dormir, passo uma camada bem grossa nos lábios para deixar hidratando a noite toda e, quando acordo de manhã, a diferença é gritante de quando não passo. Uso religiosamente todas as noites há mais de um ano e a mudança, principalmente no inverno, foi enorme! Sem contar que já aproveito a pomada para passar nas cutículas e nesses dias de resfriado, passei até na parte externa do nariz, que ficou machucado de tanto papel que usei haha. Encontro na Droga Raia por R$29,90.

E aí, você já tem um balm queridinho do coração? Me conta aqui qual é!

Beijos! =)