Aleatórios
30 abr 2016 • Por Giu Menezes

Resumo do mês: Abril/2016

Mais um mês acabando, mais um resumo para a gente lembrar do que rolou aqui no blog! Mais uma chance para você salvar nos seus favoritos aquele post que você gostou 😉

resumoabril16

01 – Se você pudesse escrever uma carta para você mesmo quando tinha 15 anos, o que você diria?

02 – Lugar bonito, aconchegante e comida boa! Fui ao Coco Bambu pela primeira vez na vida e já sei que não será a última.

03 – Apareceram alguns looks aqui durante o mês e esse foi um 2 em 1 de uma sexta agitada, mas muito divertida!

04 – “If your eyes could speak, what would they say?” – Eu li o livro antes de assistir ao filme, mas essa frase do longa marcou e definiu tão bem essa obra, que acho que eles combinam. Já viu a resenha de “A Menina que Roubava Livros?”

05 – A tag “Testei” voltou com tudo e teve review de uma paleta de sombras roxas!

06 – Como não comentar pela milionésima vez que foi meu aniversário, né gente? haha

Tchau, abril. Foi um mês bom e muito legal, mas vamos curtir o friozinho que maio tá trazendo junto com ele, né?

Beijos! =)

Séries e Filmes
28 abr 2016 • Por Giu Menezes

Para assistir: Marvel’s Daredevil

Eu acabei de assistir à segunda temporada de Demolidor (Daredevil) na Netflix e simplesmente não tinha como não recomendar essa série aqui!

daredevil_01

Vou confessar, assisti Demolidor porque me disseram que eu deveria ver essa séries antes de Jessica Jones, e como eram só 13 episódios da primeira temporada, achei que valia a tentativa. Como todo orignal Netflix, os capítulos são longos, uma média de 50 a 60min e, apesar de a história ser interessante, o desenrolar dos episódios era algo que me cansava demais.

A maioria conhece a história do Demolidor: Matthew Murdock (charlie Cox), filho de um lutador de boxe que sofre um acidente e fica cego quando criança. Depois de um tempo o pai morre por conta da máfia que comanda as lutas de Hell’s Kitchen, Nova York, e o garoto fica órfão. Matt cresce, se torna um advogado durante o dia e, à noite, luta como um justiceiro graças aos sentidos aguçados que foram treinados após a cegueira. Equanto isso, Wilson Fisk (Vincent D’Onofrio) trava guerras com algumas gangues da cidade em nome de ascender politicamente e dominar a cidade porque ele acha que pode.

Achei a primeira temporada massante. Muitas cenas de lutas intermináveis, alguns pontos da história que enrolavam demais… Enfim, terminei assim mesmo. Quando veio o trailer da segunda, já me animei. Matt estava progredindo na sua firma de advocacia junto de seu amigo Foggy Nelson (Elden Henson) e a assistente recém contratada Karen Page (Deborah Ann Woll), que foi salva pelo Demolidor. Quem aparece no trailer para dar uma agitada na vida de Matt é Elektra (Élodi Yung), e não dá para entender a relação deles…

daredevil_02

Matt e Foggy 🙂

Então, dei uma chance, fui assistir à segunda temporada… Uma das melhores coisas que poderia ter feito! O segundo ano de Daredevil trouxe um enredo muito mais complexo, mesclando a história passada de Matt e Elektra com o presente, além de ter um novo vilão que ambos advogado e vigilante tem que lidar. Aqui é quando entra o Justiceiro Frank Castle que dá um novo tom para a série.

Matt se vê cada vez mais dividido entre sua vida dupla, entre suas relações e qualquer movimento em falso pode colocar tudo a perder. O final da temporada é algo de outro mundo e eu apenas não consegui acreditar que terminou de tal maneira. Fiquei com mais perguntas do que respostas, claro.

A série ainda conta com personagens muito importantes como Claire (Rosario Dawson), a enfermeira que ajuda Matt quando ele se destrói noite sim, a outra também, haha; Ben Urich (Vondie Curtis-Hall), jornalista investigativo que conta com dicas do Demolidor; e Stick (Scott Glenn), treinador de Matt.

O legal de assistir a todas as séries da Marvel é que algumas personagens e histórias vão se relacionando. Nessa temporada ouvi nomes que apareceram em Agent Carter, pessoas de Jessica Jones, assim como algumas personagens de Daredevil também já fizeram ponta em outras séries. Essas referências fazem muito mais sentido quando você assiste tudo – acho que é a forma da Marvel e da Netflix de te forçar de uma maneira sutil, deixando aquela pulga atrás da orelha, haha.

De qualquer forma, mesmo a primeira temporada não me pegando tanto, a série é infinitamente melhor do que o filme de 2003 estrelado por Ben Affleck – mas essa é a minha opinião 😉

Ainda não há novidades sobre a terceira temporada (alô Netflix, preciso de respostas!!), mas já está confirmada uma nova série: Marvel’s Luke Cage (importante assistir Jessica Jones para entender quem ele é!), também original do serviço de streaming.

Já assistiu? Qual sua opinião sobre Daredevil?

Beijos! =)