Aleatórios
31 mar 2016 • Por Giu Menezes

Resumo do mês: Março/2016

Vai parecer meio clichê, mas gente, março passou muito rápido! Vocês não acharam? Acabei fazendo tantas coisa durante o mês que achei que ele voou! Mas assim que é bom, né?

Como de costume (costume = 3º mês que faço isso, mas ok hahaha), último dia do mês tem resumo com os posts que rolaram aqui! Foi difícil escolher de março, porque achei que teve muita coisa legal no blog… Espero que vocês também tenham achado isso!

resumomarco2016

01- Resenha de um dos livros mais fofos e com uma história digna de muito aprendizado! Extraordinário me conquistou já na primeira página 🙂

02- A viciada em séries aqui se sentiu criança novamente assistindo a Fuller House e não se conteve em vir dividir com vocês! Sério, eu dava risada como se tivesse 10 anos de novo!

03- Março foi o mês dos textos por aqui! Escrevi vários e não sabia dizer qual gostei mais, então o escolhido para representar essa categoria foi esse, para sempre te incentivar a se arriscar! 😉

04- Minha primeira crônica no ar!!! Entrou essa semana, mas não podia deixar passar sem colocar no resumo do mês!

05- Gordinha que é gordinha sempre fala de comida e não faltaram opções esse mês! O hambúrguer do Village é tão gostoso que merece aparecer por aqui!

06- Por fim, como esquecer que esse foi o aniversário de 7 anos fora de tratamento? Comemoro todos os anos, de verdade!

Teve muito mais coisa nesse mês por aqui, então é só navegar pelas categorias ou pelas tags que você encontra tudo!

Se março passou voando, quero nem ver abril, que já começa em uma sexta e ainda tem meu aniversário!!! Já estou na contagem regressiva pelo dia mais lindo do ano! hahaha Amo fazer aniversário! 🙂

Beijos! =)

Aleatórios
29 mar 2016 • Por Giu Menezes

Crônica: a dor passa

Então tá. É permitido gritar, chorar, espernear até se acabar. Mas faça de uma vez, menina, porque depois que acabar o estoque de lágrimas, acabou. Eu sei que dói – coração partido é dos piores machucados que podemos ter e dos mais difíceis de se remediar, mas ele cura. E a dor passa.

coracaopartido_01

Lembrar dos bons momentos agora só vai te fazer piorar. Esquece da viagem para a Itália e dos finais de semana regados a promessas de amor eterno. Lembra que depois disso sempre vinha o mau humor, a indiferença e a sensação de que ele estava de saco cheio de você? Que bem pode fazer uma relação dessa? Se recorda do que me contou naquela noite de quarta, quando chegou na minha casa chorando? Disse que se ele fizesse qualquer uma das coisas que te magoasse mais uma vez, você iria embora! Então, demorou um pouco, mas você foi.

Desapega desse jeito dele carinhoso só quando ele quer – porque quando é para ser grosso com você, não tem hora nem lugar; pode ser na frente da sua mãe, do seu avô, do cachorro, e até daquele vizinho que acha ele uma simpatia. Isso ninguém leva em conta, não é? Chega de se sentir cansada de tentar agradar, de fingir que é feliz, de esconder que esse relacionamento acabou há muito tempo.

Vem cá, vamos fazer uma noite das meninas com muitos filmes de terror na Netflix, muita pipoca e brigadeiro de colher até não aguentar mais! Hoje é dia de chorar, mas amanhã, siga em frente e não olhe pra trás. E saiba que sempre estarei pronta com leite condensado na despensa e um ombro pronto pra te apoiar 😉

Tenho alguns textos que crio na minha cabeça de vez em quando e estou começando a dar forma para eles. São crônicas, nesse estilo, sem qualquer relação pessoal. Não sou nenhuma escritora, mas achei que às vezes seria legal colocar algumas aqui no blog de vez em quando, o que vocês acham?

Beijos! =)